terça-feira, 25 de outubro de 2011

fechadura

Ela tentava espiar o mundo pela fechadura. Mas ela nao estava dentro, estava fora. Juntava alguns banquinhos e ficava na ponta dos pés. Adicionava alguns livros rasgados pelo tempo e subia mais uns centimetros de paginas. Era tao dificil chegar la encima para colocar os olhinhos vidrados pela fechadura e poder descobrir o que havia la dentro. O que havia la dentro? Fora havia a menina, alguns tombos doloridos e o par de olhos curiosos. A menina parou. Chorou. Parou de chorar. A menina parou denovo. Olhou em volta. E apenas quando parou de olhar em volta percebeu que estava flutuando. Olhou para cima e encontrou a fechadura: o céu era a porta do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário